Ligeirinho, ex-dupla de Bergson e algoz do Vasco: quem é o provável reforço do Bota

O Botafogo está perto de fechar com o seu primeiro reforço para 2018: o atacante Rony, envolvido na troca encaminhada com o Cruzeiro por Bruno Silva. Mas quem é o jovem de 22 anos que virou xodó no futebol japonês, é pouco conhecido no Brasil, nunca disputou a Série A do Campeonato Brasileiro e foi escolhido pela diretoria alvinegra como grande aposta para a próxima temporada, justamente no setor mais carente da equipe de Jair Ventura?

Ronielson da Silva Barbosa usa o nome artístico de Rony no futebol. Natural de Magalhães Barata, pequena cidade no nordeste do Pará, ele foi revelado no Remo como atacante de lado. Muito veloz, chamou a atenção do Cruzeiro, que em 2015 comprou seus direitos econômicos por R$ 700 mil. Mas na Raposa jogou só pelo sub-20 e, antes de estrear nos profissionais, acabou emprestado ao Náutico. Foi pelo Timbu que ganhou sua maior projeção a nível nacional: 

Assista aos 11 gols de Rony pelo Náutico na Série B de 2016

Assista aos 11 gols de Rony pelo Náutico na Série B de 2016

Em 51 jogos, fez 14 gols. Sendo 11 deles na Série B, onde fez dupla de ataque com Bergson, atual artilheiro da Segunda Divisão e que foi o jogador mais cobiçado da atual janela de transferências até acertar com o Atlético-PR – segundo seu pai e empresário, ele recusou 19 propostas, entre elas um do próprio Botafogo. Foi lá também que virou carrasco do Vasco: marcou duas vezes na vitória por 3 a 1 na Arena Pernambuco, e na rodada seguinte o Cruz-Maltino perdeu de vez a liderança.

Desempenho que despertou o interesse do futebol asiático e o levou para o Albirex Niigata, da “J League”, Primeira Divisão japonesa. O clube investiu cerca de R$ 4 milhões em um contrato de empréstimo de um ano, mas com opção de renovação. Embora a equipe tenha ido mal na temporada, terminando em penúltimo lugar e rebaixada para a Segundona do país, Rony se salvou. Foi o artilheiro do time com sete gols em 32 jogos e virou xodó da torcida.

 
 
Filho Rony de Jesus nasceu no Japão em agosto (Foto: Divulgação / Albirex Niigata)

Filho Rony de Jesus nasceu no Japão em agosto (Foto: Divulgação / Albirex Niigata)

O Botafogo não o escolheu agora. Diretoria e comissão técnica já o acompanham há um ano e tentou sua contratação no fim de 2016, mas ele já estava acertado com os japoneses. Em 2018, o negócio tem tudo para enfim acontecer. Com o rebaixamento, fica mais difícil para o Albirex Niigata manter o atacante, que no último mês de agosto acabou de ser pai do pequeno Rony de Jesus. A chance de educar o filho no Brasil também pesa na vontade do jogador.

E a oportunidade de jogar no Botafogo já mexe com a cabeça do jovem, que passa férias no Pará e está muito motivado com a possibilidade concreta de desembarcar em General Severiano. Segundo o GloboEsporte.com apurou, o jovem já procura apartamento no Rio de Janeiro e será chamado para realizar os exames médicos no clube nos próximos dias. Porém, ainda falta um acerto salarial entre as partes e burocracias a resolverem com Cruzeiro e Albirex Niigata.

Fonte: GE

Sobre o autor