Gatito festeja prêmio de melhor goleiro e defende Muralha: “Dará a volta por cima”

Em grande momento no Botafogo, Gatito Fernández vem recebendo o reconhecimento pelo bom trabalho sob as traves do Alvinegro. Na última quarta-feira, o camisa 1 foi eleito o melhor goleiro da Copa do Brasil que terminou com o Cruzeiro sendo o campeão.

Feliz com os frutos do trabalho, o paraguaio celebrou o prêmio, apontando a atual fase como a melhor da carreira, em termos de regularidade. O Botafogo foi eliminado nas semifinais do torneio pelo Flamengo, vice-campeão.

 
Gatito ficou feliz com a notícia de ter sido eleito o melhor goleiro da Copa do Brasil 2017 (Foto: Divulgação/Botafogo)

Gatito ficou feliz com a notícia de ter sido eleito o melhor goleiro da Copa do Brasil 2017 (Foto: Divulgação/Botafogo)

– É uma alegria imensa, é um prêmio que eu não esperava, mas é sempre importante. Receber um prêmio dessa magnitude me deixa muito feliz com o meu trabalho. É o meu melhor momento falando na regularidade. Já tive bons momentos fora do Brasil, mas venho regular nos últimos três anos. No Botafogo, consegui manter, isso me deixa muito feliz, então pode ser nesse sentido – disse Gatito, em entrevista coletiva desta quinta-feira.

Se Gatito vive uma boa fase, o mesmo não pode ser dito do goleiro Alex Muralha, do Flamengo. Substituto do agora rubro-negro no Figueirense, quando Muralha partiu com destino à Gávea, o camisa 1 alvinegro reconheceu o mau momento do colega, mas garantiu que o jogador tem condições de se recuperar mais para frente.

Contra o Cruzeiro, na decisão da Copa do Brasil, Muralha foi mais uma vez muito criticado por torcedores por não ter defendido nenhum pênalti na disputa entre os times.

– Não sei o trabalho que ele faz no Flamengo, mas conheciam ele no Figueirense, sempre falaram bem, exaltavam a qualidade dele. Não é o melhor momento do Muralha, mas ele vai conseguir dar a volta por cima.

Com Gatito no gol, o Botafogo volta a campo neste domingo. No Nilton Santos, a equipe recebe o Vitória, às 16h. O Alvinegro é o sexto colocado do Brasileiro, com 40 pontos.

Confira outros trechos da coletiva:

Treinos intensos na semana

– Faz parte (do pacto da Libertadores), a gente tem isso em mente que é classificar pra Libertadores e se aproximar do Corinthians. Com certeza a gente vai conseguir uma vaga. A gente segue focado nos treinos.

Jogo contra o Vitória

– A gente tem informação do Vitória, seu melhor jogo foi fora de casa, a gente tem que tomar cuidado pra não ficar exposto na hora de atacar e levar contra-ataque. A gente tem trabalhado isso para conseguir os três pontos e ficar mais perto do Corinthians, que é o que a gente quer, seguir nessa pegada. A gente gostou de jogar a Libertadores, o clube merece estar sempre no patamar de time grande.

Título

– Passamos (a pensar no título), a gente está focado, se a gente conseguir essa série de vitórias, a gente consegue se aproximar do Corinthians e – por que não? – pensar no título. Corinthians tem jogos difíceis pela frente. Ainda são muitos pontos em jogo pela frente.

Sequência de jogos em casa

– Independentemente de ser no Rio, a gente busca os três pontos em todo jogo, assim como foi em Curitiba. Independentemente do adversário, onde for, a gente tem que conseguir vencer. Claro que é sempre bom vencer perto da nossa torcida, dar alegria para eles aqui também.

Fonte: GE

Sobre o autor