Exame aponta lesão grau 2 na coxa, e Marcelo para por um mês no Botafogo

Invencibilidade na Libertadores, novo patrocínio, festa da torcida no treino… Em meio a boas notícias no Botafogo, uma é ruim. Marcelo, que machucou a coxa direita na atividade de sexta-feira, passou por exames que detectaram uma lesão grau 2. O tempo de recuperação nesses casos é de geralmente 30 dias. Com isso, o zagueiro de 21 anos, destaque da equipe em 2017 e que vinha atuando improvisado na lateral direita, está praticamente fora da Taça Rio. Ele será preparado parar retornar diante do Barcelona de Guayaquil, do Equador, no dia 20 de abril, mas dependendo da evolução poderá voltar na semana antes, com o Atlético Nacional, na Colômbia.

Marcelo, Botafogo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)Com lesão grau 2 na coxa direita, Marcelo está praticamente fora da Taça Rio (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Entre os outros machucados, Matheus Fernandes e Leandrinho já iniciaram a transição no gramado após problemas musculares – o volante teve uma lesão pequena no músculo anterior da coxa direita, enquanto o meia teve outra no posterior da coxa esquerda. Helton Leite já começou a trabalhar com bola e está perto da volta, enquanto Luis Ricardo e Jefferson estão no final de suas recuperações. Gustavo Bochecha e Jonas só retornam no segundo semestre.

Sem Marcelo, Marcinho e Fernandes, que treinou improvisado na atividade fechada de sexta-feira, disputam a vaga aberta na equipe. A tendência é que Jair Ventura vá para o clássico com o seguinte time: Gatito Fernández, Fernandes (Marcinho), Carli, Emerson Silva e Victor Luis; Airton, Bruno Silva, Camilo e Montillo; Pimpão e Roger. O Botafogo está em terceiro no Grupo B da Taça Rio, com três pontos, e em quarto lugar na classificação geral, com 10 pontos.

Fonte: GE

Sobre o autor