De olho na liderança isolada, Bota visita o competitivo Barcelona de Guayaquil

íderes do Grupo 1, da Taça Libertadores da América, com seis pontos cada, Botafogo e Barcelona de Guayaquil se enfrentam na noite desta quinta-feira em busca de um só objetivo: vencer para se aproximar ainda mais da classificação para as oitavas. Após a vitória diante do Atlético Nacional, na última semana, o Alvinegro chega forte e quer voltar para o Brasil com 100% de aproveitamento nos jogos fora de casa.

Pimpão é um dos jogadores de destaque na campanha do Botafogo na Libertadores (Foto: Satiro Sodré/SSPress/Botafogo)

Pimpão é um dos jogadores de destaque na campanha do Botafogo na Libertadores (Foto: Satiro Sodré/SSPress/Botafogo)

Nas contas do clube, se o time alcançar 10 pontos fica muito próximo da vaga. O Estudiantes venceu o Atlético Nacional por 1 a 0 na noite desta quarta-feira e ganhou esperanças. Por outro lado, os atuais campeões, sem pontos, praticamente deram adeus ao compeonato.

As equipes disputaram apenas duas partidas na história, ambas em amistosos realizados em Guayaquil, com vitórias do Botafogo: 5 a 0 (16/01/1963) e 2 a 1 (11/10/1970).

Sem Montillo e Airton, Jair Ventura deve repetir a escalação que venceu os colombianos na semana passada com muita propriedade. Como parte da delegação voltou ao Brasil para a final da Taça Rio, diante do Vasco, o comandante não teve muito tempo para treinar a equipe em solo equatoriano. Apenas nesta quarta, com o elenco completo em Guayaquil, conseguiu fazer uma atividade tática, sob chuva. O mau tempo fez com que o Botafogo não conseguisse reconhecer o campo do Monumental.

– É o mesmo sistema no 4-2-3-1, mas com uma força física maior. Vejo um time mais competitivo também. Nosso objetivo é equiparar isso. O jogo será de duas equipes com bastante força física e quem tiver mais frieza levará a melhor. Falta muita coisa para acontecer, mas com um bom resultado poderemos dar um passo grande para a classificação – disse Jair Ventura.

Jair Ventura elogia competitividade do time do Barcelona de Guayaquil (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Rodrigo Pimpão, que saiu de campo reclamando de um desconforto muscular na coxa esquerda, fez um tratabalho específico de recuperação durante a semana e está à disposição. Assim como ele, Victor Luis também não preocupa e tem presença garantida. Emerson Santos deve ser mantido na lateral-direita.

Barcelona também tem baixas

Assim como o Botafogo, o Barcelona de Guayaquil também tem importantes baixas para o duelo. O camisa 10 e principal homem de criação, Damián Díaz, está suspenso. Seu substituto direto, Castilho sofreu uma fratura na mandibula no treino da última terça-feira e também não deve atuar. Outro que está fora é o capitão e volante, Oyola. Ele sofreu uma contusão no ombro no clássico do último domingo.

Gabriel Marques, volante brasileiro do Barcelona de Guayaquil (Foto: Felippe Costa)

Gabriel Marques, volante brasileiro do Barcelona de Guayaquil (Foto: Felippe Costa)

No meio, o brasileiro Gabriel Marques terá a missão de marcar Camilo. Há dois anos no clube, o volante, que começou a carreira no Grêmio e passou por Atlético-PR e Paraná, conquistou o título do Campeonato Equatoriano do ano passado e é muito querido pelos torcedores.

Mesmo com a derrota por 1 a 0 para o Emelec, pelo Campeonato Equatoriano, o Barcelona chega muito motivado para a partida contra o Botafogo. A principal motivação é que poderá alcançar a liderança e, quem sabe, jogar por mais um empate nos últimos três jogos do grupo para se classificar. O Estádio Monumental, como sempre, estará lotado. Mais um motivo para ser um grande jogo.

Ficha do Jogo

Data: 20 de abril de 2017

Hora: 21h45 (de Brasília)

Local: Estádio Monumental, Guayaquil (Equador)

Arbitragem: Jesús Valenzuela será o árbitro central do confronto. Carlos López e Elbis Gómez serão os assistentes. (Todos da Venezuela)

Provável escalação do Botafogo

Gatito; Emerson Santos, Carli, Emerson Silva e Victor Luis; Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, João Paulo e Camilo; Rodrigo Pimpão e Roger. Técnico: Jair Ventura.

Provável escalação do Barcelona de Guayaqui

Banguera; Tito Valencia; Mena; Aimar; Pineida; Minda ; Marques; Caicedo; Esterilla ; Alves; Nahuelpan. Técnico: Guillermo Almada.

Fonte: GE

Sobre o autor