Cadê o dinheiro? Botafogo aguarda pagamentos para liberar Bruno Silva e Jair

Nas últimas semanas, o Botafogo viu alguns de seus protagonistas serem cobiçados, deixarem o clube, mas a cor do dinheiro ainda não foi vista em General Severiano. O clube aguarda a grana das saídas de Bruno Silva e Jair Ventura, que renderão quase R$ 5 milhões.

Por ora, apenas promessas. O Botafogo acompanha a movimentação, sabe que as situações financeiras dos compradores não é boa e bate o pé: não abrirá mão de nenhum dos dois antes que o dinheiro seja depositado. No caso de Bruno Silva, houve um acordo com o Cruzeiro. Quanto a Jair Ventura, o Santos terá de pagar a multa rescisória. 

Emilio Faro, Jair Ventura e Ednilson Sena. Trio não ficará no Botafogo (Foto: Vitor Silva / SSpress/ Botafogo)

Emilio Faro, Jair Ventura e Ednilson Sena. Trio não ficará no Botafogo (Foto: Vitor Silva / SSpress/ Botafogo)

Jair Ventura

No caso do treinador, nunca houve qualquer tipo de negociação com o Santos. Para levar Jair, o time da Vila terá de desembolsar R$ 860 mil. O técnico comunicou o Botafogo na última sexta-feira que está de saída e sinalizou que a multa será paga pelo Peixe.

O Santos pensa em oferecer jogadores pouco utilizados para abater o valor da multa. O lateral Matheus Ribeiro, o zagueiro Fabián Nogueira, o volante Leandro Donizete, os meias Rafael Longuine e Serginho e os atacantes Vladimir Hernández e Rodrigão estão na lista.

Nenhum deles, a princípio, enche os olhos do Botafogo. Por ora, o clube bate o pé e quer dinheiro. Como já anunciou Felipe Conceição e não conta mais com Jair, o Alvinegro não descarta levar o caso à Justiça caso o pagamento não seja feito. 

Botafogo agurda pagamento de R$ 4 milhões do Cruzeiro para liberar Bruno Silva e anunciar a contratação de Rony (Foto: Vítor Silva / SSPress/Botafogo)

Botafogo agurda pagamento de R$ 4 milhões do Cruzeiro para liberar Bruno Silva e anunciar a contratação de Rony (Foto: Vítor Silva / SSPress/Botafogo)

 

Bruno Silva

Ao contrário de Jair Ventura, houve negociação e acordo com o Cruzeiro por Bruno Silva. O problema é que, após duas semanas, o dinheiro ainda não pingou nos cofres alvinegros.

A promessa é que os R$ 4 milhões a serem pagos pelo clube mineiro sejam depositados entre os dias 4 e 10 de janeiro. Até lá, o Botafogo, não enviará a documentação liberatória, e Bruno segue como jogador alvinegro. Na noite desta quarta, ele participará do Jogo das Estrelas, no Maracanã.

A demora no pagamento também atrasa o anúncio do primeiro reforço para 2018. Envolvido na negociação, o atacante Rony tem acerto com o Botafogo, mas o contrato só será assinado quando a situação de Bruno Silva for resolvida.

Fonte: GE

Sobre o autor