Botafogo tenta repetir feito de Jair Ventura e ‘nascer’ em primeiro momento de pressão

O Botafogo de Jair Ventura ficou conhecido por ser um time aguerrido e que vendia caro as derrotas, crescendo nos momentos decisivos. Foi assim principalmente na luta contra o rebaixamento, na classificação para o G-6, e na Libertadores. Sob nova direção, o Alvinegro terá sua primeira semana de ‘finais’ pela frente e tenta ‘nascer’ com Felipe Conceição. No próximo sábado, o time enfrenta o Flamengo pelas semifinais da Taça Guanabara. Nesta terça, Às 21h30, estreia na Copa do Brasil contra a Aparecidense, no estádio Aníbal Batista de Toledo.

Os duelos ‘mata-mata’ são os primeiros de Felipe Conceição no comando alvinegro. E chegam em um momento delicado do Botafogo, que tropeçou diante do Madureira e ficou apenas com a vice-liderança do Grupo no Carioca, atrás do Boavista. A equipe foi vaiada pelos torcedores e entra pressionada para o debute no torneio nacional.

Pela primeira vez, Felipe teve de engrossar a voz. Sempre sereno e cheio de elogios ao time, o treinador admitiu que não gostou nem um pouco da atuação diante do Madureira. Segundo ele, faltou concentração aos atletas, algo inaceitável, em sua visão. O Alvinegro deixou claro que sua expectativa é uma resposta positiva dentro de campo diante da Aparecidense, nesta terça.

“Pega um jogo na liderança contra o último colocado [Madureira] e tem que manter foco e concentração. Não tem equipe fácil. Serve de aprendizado para a gente continuar crescendo, como vínhamos. Estamos na semifinal e precisamos comemorar, porque tem gente que não está. Tivemos momentos de desorganização, talvez por falta de concentração. Continuo com minha linha de que vamos tirar uma lição positiva que vai nos ajudar na frente. Talvez tenha faltado saber jogar contra uma equipe dessa [retrancada]”, desabafou o treinador.

Um dos titulares de Felipe Conceição, Léo Valência entende o descontentamento de parte da torcida e projeta a semana decisiva. Apesar da proximidade do clássico decisivo com o Flamengo, o chileno prega cautela nesse momento e pede para o Botafogo pensar “jogo a jogo”. Antes do Rubro-negro, foco total na Aparecidense.

“Dois jogos muito importantes, mas o nosso é foco é no jogo de amanhã. É uma copa diferente, precisamos buscar a vitória. Tem que ver vídeos, tem que conhecer o rival, porque é um jogo muito importante. Temos que ganhar. Temos que buscar o resultado positivo. Tem que lutar por todos os campeonatos. Não pode jogar amanhã pensando no Flamengo”, explicou.

A tendência é que Felipe Conceição repita o time das últimas rodadas. Existe a expectativa pela titularidade de Kieza, mas Brenner pode ser mantido no time principal neste momento.

APARECIDENSE-GO X BOTAFOGO

Data e hora: 06/02/2018, às 21h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio Aníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia (GO)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

APARECIDENSE-GO
Busatto; Rafael Cruz, Filipe, Mirita e Helder; Uederson, Wagner, Thiago Ulisses e Alex Henrique; Aleilson e Nonato
Técnico: Márcio Azevedo

BOTAFOGO
Jefferson; Arnaldo, Marcelo, Igor Rabello e Gilson; Matheus Fernandes; Luiz Fernando, João Paulo, Léo Valência e Rodrigo Pimpão; Brenner (Kieza)
Técnico: Felipe Conceição

Fonte: UOL

Sobre o autor