O polimento já foi feito e chegou a hora de voltar a brilhar!

A temporada começou de maneira atípica para o Botafogo, pois o Glorioso enfrentou quatro decisões extremamente complicadas no mês de fevereiro. Após ter logrado êxito contra dois dos mais tradicionais clubes do futebol continental, o Fogão ficou mais de dez dias sem atuar. O tempo é ótimo para a recuperação física dos atletas, contudo tira o ritmo de jogo da equipe. Por todos estes motivos, a partida de quinta-feira, contra o Volta Redonda, teve um alto grau de importância. O Botafogo precisava voltar a jogar e, principalmente, vencer.

Foi uma noite especial no Estádio Nilton Santos. As mulheres foram homenageadas e tiveram papel de destaque nas arquibancadas e no gramado, já que algumas sócias do clube disputaram uma animada partida de futebol no intervalo do jogo dos marmanjos. O aniversário de Camilo, camisa 10 alvinegro, também foi lembrado e bastante comemorado pelos mais de onze mil torcedores que foram ao estádio. Mas, além da belíssima festa proporcionada pela torcida e pelo clube, os jogadores precisavam fazer a parte deles e vencer o Voltaço jogando de forma convincente.

O time oscilou durante os noventa minutos e teve muitas dificuldades no decorrer do jogo. Foi notória a boa movimentação e forte marcação do time adversário e é por isto que o título da crônica fala em polimento. Este termo, que foi perfeitamente utilizado pelo competente radialista Francisco Aiello, ao fim da disputa, representa exatamente o que significou a partida para o Glorioso. Embora o treinador Jair Ventura não goste de falar em teste para Libertadores, fica nítido que os jogadores do atual elenco se portam de maneira bem mais firme e atenta nos embates que realmente valem algo grandioso para o clube.

Não adiantaria atuar contra uma equipe frágil e golear para mascarar as muitas falhas a serem corrigidas até o jogo de terça-feira, contra o Estudiantes, pela Libertadores. O Volta Redonda foi um ótimo teste, com perdão de Jair, para que o próprio treinador corrija tudo que deu errado na noite de quinta-feira e intensifique os pontos fortes do Fogão. É a hora de ajustar a marcação, treinar a transição ofensiva, observar as brechas entre as linhas, etc. É hora de brilhar, pois não foi fácil polir.

Na próxima terça, os apaixonados alvinegros prometem fazer mais uma linda festa no estádio do clube, portanto é importante que o torcedor compareça com entusiasmo ao Nilton Santos. A torcida tem brilhado, O Botafogo, após algumas semanas de folga na Libertadores, voltará a brilhar e a Estela Solitária brilha, ininterruptamente, desde quando se tornou o símbolo de uma das maiores instituições do futebol. Que seja mais uma noite iluminada para o Glorioso de General Severiano!

Saudações Alvinegras!

Sobre o autor
Fabiano Bandeira, o Praça do Pop Bola (Rádio Globo) e comentarista do programa Cjc Esporte, do canal Cjc. Twitter: @FabianoBandeira Instagram: fbandeira13