Conheça o Botafogo Futebol Clube (Macaé)

Equipe de maior popularidade do município, o Macaé Esporte Futebol Clube foi fundado no dia 17 de julho de 1990 com o nome de Botafogo Futebol Clube. O primeiro presidente foi o desportista e atual vice-presidente de futebol profissional, Cláudio Carvalho Barros Silva, o Claudinho. E os primeiros títulos vieram na metade dos anos 90, quando o clube conquistou o bicampeonato Amador Macaense (1994 e 1995).
Mas foi a partir de 1998 que o clube começou a mostrar a sua “cara” para o Estado do Rio, quando ocorreu a profissionalização. E logo na sua primeira temporada, o então Botafogo, já presidido por Teodomiro Bittencourt Filho, o Mirinho, conquistou, de forma invicta, o Campeonato Estadual da Terceira Divisão. Neste mesmo ano, o time dirigido pelo técnico Jeová Ferreira e tendo como maestro o meia atacante Fernando Macaé acabou sendo vice-campeão da Copa Rio do Interior e um dos semifinalistas da Copa Rio da Capital, sendo eliminado pelo Fluminense.
escudoantigo
Em 1999, já usando o nome fantasia Macaé Sports, o clube disputou o Estadual da Segunda Divisão e acabou ficando com o vice-campeonato. Em 2000, o clube fez a sua segunda mudança estatutária e, definitivamente, passou a se chamar Macaé Esporte Futebol Clube. Em 2002, o alvianil esteve próximo de chegar à elite do futebol carioca, porém novamente ficou com o vice-campeonato da Segundona, fato que se repetiu em 2006. Mas foi em 2003 que o clube entrou para o cenário nacional, ao disputar pela primeira vez o Campeonato Brasileiro da Série C.
Em 2005, o clube contratou jogadores conhecidos do futebol brasileiro – como Donizete, Marquinhos, Sorato e Brener – e ficou com o vice-campeonato da Copa Rio. Em 2006, além da Segundona, o clube ficou em segundo lugar na Seletiva para a Primeira Divisão, que acabou invalidada pela Justiça.
escudoatual
Mas o capítulo mais importante da história do Macaé Esporte foi escrito no ano de 2007, quando o clube conseguiu a tão sonhada vaga para a Primeira Divisão. Sob o comando do técnico Tita, o alvianil – mesmo tendo ficado na terceira colocação no geral – foi o time que somou mais pontos. Em 28 jogos, foram 19 vitórias, três empates e seis derrotas. O aproveitamento foi de 71,4%.
A equipe macaense teve ainda o melhor ataque (56 gols) e a melhor defesa (21 gols) do campeonato. Além disso, foi a que mais venceu na Segundona (19 vezes). O atacante Roberto, com 15 gols, foi o vice-artilheiro da Segundona.
Em 2008, a equipe – comandada, pelo ex-jogador Tita e contando com jogadores experientes como Zada e Geraldo e emprestados do Flamengo (como Bruno Mezenga) e o Goleiro Cássio ex-Vasco da Gama – conquistou a oitava posição no Campeonato Carioca, sendo a melhor das cinco que tinham subido no ano anterior e a quarta melhor das consideradas “pequenas” do estado. Como a Cabofriense, que já tinha vaga pelo vice-campeonato da Copa Rio assegurada, ficou em sétimo; a equipe obteve o direito de disputar a Série C em 2008.

Títulos

Campeão Invicto da Terceira Divisão de Profissionais do Estado do Rio 1998
Vice-campeão da Segunda Divisão de Profissionais do Estado do Rio 1999,2002 e 2006

Estádio
Estádio Municipal Cláudio Moacir de Azevedo
Capacidade 2000
Em processo de remodelação e ampliação para 14000 lugares.

Hino
Letra/música: José Carlos “Macaé” (Pato Roco)
Vamos cantar, numa só voz
Macaé Esporte é campeão
Com muita raça
Perseverança
Macaé Esporte é garra e emoção
Somos guerreiros
Não tem fronteiras
Macaé é a nação brasileira

Desde 1990
Esse clube tantas glórias conquistou
Dando alegria a essa torcida organizada
Com muita luta, muita raça e muito amor

Nós vamos dar olé
Eu vou gritar: é gol!
Macaé tá botando pra quebrar

Nós vamos dar olé
Eu vou gritar: é gol!
Macaé, ninguém vai te segurar.

Mascote

 

 

 

 

Fonte: Fala Glorioso

Sobre o autor
Editores responsáveis pelo site